Novidades de Fallout 76 na Conferência da E3 da Microsoft

Fallout 76 teve a sua estreia algumas horas antes do evento da Bethesda da E3, no briefing da Microsoft/Xbox, Todd Howard subiu ao palco para mostrar um teaser do jogo, durante a conferência foi ainda revelado algumas coisas chave mas não muito mais, pessoalmente o jogo vai ter um mapa 4x maior que o Fallout 4, de resto nada de novo.

Que o jogo se ia passar em West Virginia já se sabia, o facto de ir anteceder todos os outros jogos da franquia, mesmo os que foram desenvolvidos pela Interplay, não era novidade, visto que o Vault 76 abriu 20 anos após as bombas cairem segundo registos de Vaults que se pode encontrar na exploração do Fallout 3, por isso vamos fazer parte dos primeiros humanos que sairam dos Vaults para um novo mundo, e que o começaram a moldar à realidade atual.

Que iamos ver um mundo diferente também não é nada de novo, se não me falha a memória esta região foi das que sofreram menos danos, e pelo que o trailer confirma vamos ter ambientes mais preenchidos de vida em termos de vegetação, isto em parte acaba a ser uma novidade especulada, também se pode ver algumas criaturas novas, o que é normal, se notarmos que o jogo está numa fase apocaliptica ainda jovem logo após os rebentamentos, vamos ver criaturas em mutações iniciais, e a ausência de outras na volta, só fica a questão se vamos ver Super Mutants, ou versões muito prematuras deles, sabemos que o Vault 87 em Washington DC teve várias experiências a decorrer, mas ocorreram durantes bastante tempo segundo se pode especular até os Super Mutant se terem solto e tomado conta do Vault, experiências que eles continuaram para preservar a sua raça nessa região e que datam quase 200 anos desde o rebentamento, e visto a informação dos terminais do mesmo não terem datas das entradas da mesma, não se pode dizer quanto tempo passou entre o inicio de experiências após o fim da guerra, e a libertação dos Super Mutants, agora só falta esperar pela conferência da Bethesda pelas 2h30 da manhã já daqui a pouco.


Comentários