Pequena Nota Final sobre as Conferência da E3 e a Conferência da Sony e Nintendo

Eu não sei porquê mas parece que já pressentia algo, e por isso ontem em vez de ficar acordado para ver a conferência da Sony na E3, decidi ir descansar, e pelos vistos não perdi nada de mais. O formato de apresentação da mesma foi lastimável, uma aberração e tentativa falhada de tentar talvez misturar um formato mais para o lado da Nintendo com o outro mais tradicional, para isto mais valia fazerem o que a Nintendo fez, sinceramente imagino o que aquela malta dentro de um pavilhão pensava quando devia ver uma imagem no ecrã com os apresentadores da conferência sentados lá no exterior a falar, foi algo sem sentido, ou faziam o formato normal a aparecerem em palco, ou faziam uma transmissão sem ninguém ao vivo e pré-gravada tal como a Nintendo fez.

Indo ao que interessa para mim a Sony este ano foi ao fundo, não tão fundo quanto a Microsoft tem vindo a ir, e em que nesta E3 não fez nada de interessante, além de mostrar uma cachaporrada de jogos que toda a gente vai poder jogar em PC ou na PS4 no fim do dia (estou a olhar para ti Sekiro), e pseudo exclúsivos que mais cedo ou mais tarde saem no Windows 10 ou num OS seguinte ou em ambos.

Mas indo à Sony, do que mostraram só posso pessoalmente destacar 4 jogos (5 se contar com o Nioh 2, mas esse foi só teaser), e começando com Spider-Man, ao qual ainda estou de pé atrás, tenho uma politica de pensamento simples, trailers e videos de gameplay são muito engraçados e têm piada, uns mostram sequências para despertar euforia, e os outros mostram partes focadas que os devs querem revelar, mas existe uma grande diferença entre estes e jogar a experiência completa. Ver um video de 2/3 minutos de algo a ser feito tem muita piada 1 vez, jogar o jogo e fazer isso durante horas a fio, a conversa ja vai ser outra, e como já o passado tem mostrado que jogos em volta do cabeça de teia na maioria das vezes desiludem, veremos como vai ser a experiência final depois de ela sair.

Avançando em frente Ghost of Tsushima parece cada vez algo melhor com mais revelado desta vez, o setting do jogo é fenomenal, dentro das invasões mongóis no Japão em 1274, mais nomeadamente na ilha de Tsushima logo no início das mesmas. Quanto ao Resident Evil 2 Remake, sinceramente não sei qual é a surpresa, já tinha sido revelado que estava em produção faz tempo, apesar de que a sua revelação oficial foi uma das melhores partes destes dias de conferências. Por fim Death Stranding, bem digamos assim, já sabia que ia ser algo em volta de vida e morte, mas continuo na mesma, ainda não percebi patavina do que se passa, vindo do Kojima estou seguro que vai ser um jogo fenomenal, mas do que foi mostrado pode-se ficar com a ideia que vamos andar a fazer viagens como moço de entregas, e que há criaturas misteriosas e hóstis, mais um ano de E3, e continuo sem perceber nada do Death Stranding a 100% nem eles abrem o jogo.

Quanto ao resto de conferência, não vi todas, vi uma parte da Ubisoft, vi a da Bethesda e apanhei um bocado da Nintendo, agora o porquê disto é simples, interessava-me a da Bethesda pelo Fallout 76, e consegui mais do que pedi, para mim foi a melhor conferência de todas de longe, a da Square Enix nem vou dar uma vista de olhos pois não sinto que tenha sido algo de especial, a da Ubisoft sinceramente nada do outro mundo, uma expansão de Mario + Rabbids: Kingdom Battle do Donkey Kong, mas que está a ser lançada como um full game, a full price, novo AC com setting na Grécia, a mim pessoalmente interessa-me bastante, acho que vai ser bom ainda mais com a reformulação da fórmula que ocorreu, a maioria da malta que se queixa, bem por um lado têm razão de ter medo, mas não de se queixar sem o jogo sair, não podem realmente afirmar se será mau já ante-mão, mas sim é normal ir ter praticamente tudo em gameplay igual ao Origins, não quer dizer que seja mau, digamos assim Super Smash Bros vem ai, toda a gente fica em euforia, mas a realidade é que é sempre a mesma coisa no fim do dia, adicionam 1/2 personagens, adicionam uns combos meio diferentes, e pronto, aqui pode-se dizer que temos um setting diferente de AC, só falta saber se adicionaram novos elementos de gameplay, e se receberam feedback ao Origins sobre algo que pudessem melhorar, a isto posso misturar outra coisa, The Last of Us 2, vejo malta com euforia pelo que viu, a meu ver vi um copy paste do gameplay de The Last of Us 1 em que agora nos podemos enfiar debaixo de veículos para nos esconder-mos, não vi nenhuma localização minimamente interessante, não vi nada de inovador em relação ao 1, não vi nada de plot minamente por ai além, não vi o Joel, não vi infetados, só vi a Ellie com gameplay igual ao TLo1 a enfrentar hunters/raiders/etc.., mas como vem da Naughty Dog fica tudo em euforia, eu só sei é que até grandes estúdios perdem o equilibrio por vezes, e até agora ainda não vi nada para fazer a minha opinião mudar, em relação a que The Last of Us devia ter ficado como ficou.

Na questão de AC, de notar que desde o Black Flag ao Origins a franquia caiu em desgraça a meu ver, e por isso abandonei a mesma, deixei de comprar, deixei de querer saber, com o Origins planeio voltar, mas na volta esse ainda vai esperar um bocado e mais cedo entro pelo Odyssey devido ao meu amor pela Grécia Antiga e mitologia da mesma. Quanto à conferência da Nintendo é mais aquela base, Super Smash Bros. que foi um bom bocado esticado de volta dele, e em que não vi nada sobre o mesmo interessante e de novo relativamente ao anterior, mas para mim do que apanhei da conferência fica destaque ao Hollow Knight (que não é exclúsivo deles), ao Octopath Traveler que parece ir ser algo memorável, ao Fire Emblem: Three Houses que pareceu interessante, e ainda também ao Daemon X Machina pareceu algo engraçado, bem como a nova expansão do Xenoblade Chronicles 2 que é já de si um dos melhores jogos na Switch.

No fim do dia a melhor conferência acabou a ser a da Bethesda para mim, o resto mediano ou desastroso, nomeadamente no desastroso a da EA, que nem toquei, mas já sei dos 15 minutos para mostrar um jogo de telemóvel de Command and Conquer.

Podem ver a conferência da Sony e da Nintendo mais em baixo, bem como alguns videos que decidimos destacar.














Comentários